Home » Benefícios » Senado Aprova Seguro Desemprego para Afetados por Enchentes

Leia também:

Senado Aprova Seguro Desemprego para Afetados por Enchentes

O senado está de olho nos trabalhadores que estão tendo dificuldades durante o ano e que não estavam sendo enquadrados em alguns benefícios que são oferecidos pelo governo. Recentemente os senadores aprovaram a concessão do direito de seguro desemprego para profissionais que trabalham como catadores de caranguejo, durante a época do ano que a caça fica proibida. Agora o senado aprovou também o direito que agricultores terão em pedir o seguro desemprego em caso de enchentes que afetam a sua produção.

Segundo o texto que foi aprovado pelo senado, e que agora aguarda a sanção da presidenta Dilma, poderão ter direito a este benefício profissionais eu comprovarem que forem produtores rurais ou extrativista e que tenha a terra que trabalha prejudicada devido as enchentes. Além disso, os trabalhadores poderão comprovar o trabalho em terras de propriedade dele ou ainda terras que não são de propriedade dele, mas que ele possa comprovar que trabalha e que vai ficar sem trabalho por causa dos problemas que a enchente trouxe.

Em alguns aspectos, como nesse caso, o Governo Federal tenta auxiliar parte dos trabalhadores que se encontram em situações mais difíceis e vulneráveis. Se você se enquadra nesses casos, procure os seus direitos o quanto antes, e comece a receber o auxílio necessário para viver dignamente.

Os trabalhadores rurais que entrar com este pedido vai ter direito a um salário mínimo pago todo o mês, sendo que a quantidade de meses que o benefício será pago vai depender de uma análise que será feita pela Agência Nacional de Águas (ANA). Antes disso, para ter cesso ao requerimento o trabalhador precisa estar cadastrado e com seus documentos em dia junto aos órgãos competentes do Ministério do Trabalho ou do Emprego, dependendo do estado onde ele viva.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *